Ney Santos entrega as novas viaturas da GCM e apresenta os guardas da ROMU

Por Rodrigo Lopes

Acompanhado da sua equipe de governo, de autoridades públicas de Embu das Artes e também de cidades vizinhas, o prefeito Ney Santos apresentou oficialmente os novos guardas que irão integrar a tropa de elite da Guarda Civil Municipal, a ROMU (Ronda Ostensiva Municipal Urbana). A apresentação aconteceu na noite de terça-feira (21), no Parque Francisco Rizzo, em Embu das Artes. A cerimônia contou com a entrega das novas viaturas, sendo 15 carros – 10 Renault/Duster e 5 Chevrolet/Trailblazer, além de 4 motocicletas.

Ney Santos (PRB) garante que a soma desses investimentos, com a determinação e empenho da GCM vai trazer mais segurança (Primeiro Notícias)

O momento solene também serviu para prestar homenagens aos guardas civis que se destacaram nas atuações em ocorrências policiais de grande vulto, entre os anos de 2016 e 2017. Os agentes receberam das mãos do prefeito Ney Santos e do presidente da Câmara Municipal, vereador Hugo Prado, as medalhas láureas de 4º, 3º, 2º e 1º grau.

Segundo Denis Viana, secretário de Segurança Pública de Embu das Artes, a ROMU está pronta para combater os crimes na cidade. Ele também destacou as operações conjuntas com as instituições de segurança estadual e judiciária. “Os guardas tiveram uma formação excelente, nunca visto aqui em Embu das Artes. Sabemos que o índice de criminalidade aumentou, mas a produtividade policial também aumentou, e é por isso que estamos trabalhando de forma estratégica em diversas operações integradas com a Polícia Militar e Polícia Civil”, disse o secretário.

Guardas da ROMU são apresentados, GCM Beltrame é a única mulher do grupo (Primeiro Notícias)

O secretário ainda apresentou a implementação do 1º Plano Municipal de Segurança Pública de Embu das Artes, com o fornecimento de dados criminalísticos e o balanço da produtividade na gestão atual, comparando aos anos anteriores.

Entre os feitos destacados, Denis ressaltou as execuções da pasta de segurança em 11 meses de gestão, como a criação do pleito democrático na escolha do comandante da GCM; a Lei de implantação da Secretaria de Segurança Pública; criação do Centro de Formação (CEFECON); a abertura do concurso público para 50 vagas na GCM; a aprovação da lei de criação da ROMU e formação da primeira turma e estruturação da corporação, com fardamentos e armamentos novos.

Novas viaturas da GCM Embu das Artes (Primeiro Notícias)

No quadro de armamentos, a GCM se reforça com a vinda de carabinas calibre 12, fuzis Safir T14 e pistolas Tauros 380. Também foram lembrados a nova Corregedoria, o CECOM, o GEPAD e o NIT (Núcleo de Inteligência) com o mapa de crime.

“No início da Guarda Civil, em 2003, a corporação contava com apenas cinco viaturas, tinha uma sede com sete cômodos alocados na prefeitura, um efetivo de 50 guardas e a situação salarial era baixa. Até 2016 a frota ainda era precária, com a sede alocada, efetivo de 152 guardas, a formação era básica, estrutura funcional precária e a função prioritária do antigo governo era somente a proteção patrimonial. Em 2017 com a gestão de Ney Santos tudo mudou, ele fez mais em nove meses do que as gestões anteriores fizeram em 16 anos, contratando 50 novos guardas e mudando o tratamento oferecido à corporação”, concluiu Denis.

Por sua vez, o prefeito Ney Santos destacou em seu discurso a construção e a ampliação das bases da GCM, fazendo a descentralização da sede atual para que as bases no Santa Emília, Pinheirinho e São Luiz se tornem subsedes. Outro ponto abordado pelo prefeito foi a meta estabelecida na contratação de novos guardas para aumentar ainda mais o efetivo, de acordo com as condições orçamentárias do município.

“Tenho certeza de que a soma desses investimentos, com a determinação e o empenho da nossa guarda vai trazer mais segurança. É um momento histórico para nós moradores. Nossa intenção não é apenas proteger o patrimônio público, mas combater todos os tipos de criminalidades no nosso município. Me inspiro muito no prefeito Elvis Cesar, de Santana de Parnaíba, ele está revolucionando a cidade dele. Fiz uma visita lá e vi um verdadeiro ‘exército’, onde são mais de 400 guardas à disposição de mais de 160 mil habitantes. Nosso foco também é esse”, falou o prefeito Ney Santos.

Após o pronunciamento do prefeito, a mais nova equipe de segurança de Embu das Artes, a ROMU, foi apresentada. Os guardas entraram perfilados pelo corredor central entoando gritos de guerra e recebendo aplausos do público presente. Destaque para a única mulher no grupamento de elite, a GCM Beltrame. Ela já fazia parte da corporação, mas precisou passar por exames e treinamentos da ROMU até ser promovida.

O presidente da Câmara Municipal, vereador Hugo Prado – um dos principais autores da criação da Secretaria de Segurança Pública e implantação da ROMU em Embu das Artes – convocou os vereadores presentes para subirem no palco. “Sem essas pessoas (vereadores) tudo isso não seria possível. Nossa preocupação com a segurança sempre existiu. Atendemos aos pedidos dos nossos eleitores que sempre reclamaram da falta de segurança nos bairros, principalmente nas manhãs, nos pontos de ônibus, com assaltos e roubos a transeuntes. Não defendemos partidos políticos, nem ‘A’ nem ‘B’! Não criticamos! Nós praticamos com o Prefeito Ney Santos pensando no bem da população embuense”, falou Hugo Prado.

Diversas autoridades prestigiaram o evento, entre eles, os vereadores de Taboão da Serra, Eduardo Nóbrega, Érica Franquni e Carlinhos do Leme. O prefeito de Santana de Parnaíba, Elvis Cesar. As equipes da ROMU das cidades vizinhas Osasco e Taboão da Serra também compareceram. Representando a corporação de Taboão da Serra, o comandante Sandro marcou presença.

 

 

Compartilhe esta notícia!